Mistério Público de Minas Gerais processa SBT por exibir à tarde a novela mexicana Teresa

Teresa pode ter acabado no SBT, mas as dores de cabeça oara Silvio Santos ainda não. O procurador da República, Fernando de Almeida Martins, entrou com uma ação civil pública contra o canal do apresentador do milhão por ter exibido a história protagonizada pela francesa Angelique Boyer em período vespertino.

Segundo informações do portal NaTelinha, a demanda foi ajuizada nesta quarta-feira (24) pelo Ministério Público Federal de Minas Gerais (MPF-MG). O processo solicita que o SBT pague R$ 7,7 milhões em indenização por danos morais coletivos, em virtude da transmissão do drama latino em ‘horário inapropriado’. O que vale lembrar é que Teresa já foi exibido no SBT nos mesmo horário, e na época a emissora não havia sido

“Ao veicular a novela em horário inapropriado, veiculando conteúdos com potencial para causar danos à formação de crianças e adolescentes que os assistem, o SBT perpetrou um dano moral coletivo de proporções nacionais, pois a obra foi exibida em TV aberta e em rede nacional, tendo suas consequências irradiadas para todo o território brasileiro”, relata o procurador Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *