Jean Wyllys pode ser o mandante do atentado contra Bolsonaro

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) tem sido apontado pela mídia como “exilado político”, por conta de ameaças que ele afirma ter recebido, o mesmo declarou que não tomará posse ao seu novo mandato. A Polícia Federal (PF) afirma que abriu, em Brasília, cinco inquéritos, entre 2017 e 2018, para investigar as ameaças ao deputado federal. O parlamentar do Rio encaminhou para a PF cópia de e-mails que recebeu com ameaças à vida dele e de familiares.

Porém muitos ainda estão com um pé atrais com o deputado, ainda mais, com novas denúncia contra ele onde afirmam possível ligação com Adélio Bispo, o homem que deu uma facada no presidente Jair Bolsonaro, na época candidato a presidência.

A Jornalista ex-repórter e Youtube Regina Vilella fez um vídeo de 40 minutos mostrando as possíveis provas que coloca Jean Wyllys como o principal mandante da tentativa de assassinato ao presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o vídeo, teria sido Jean Willys a pessoa que pagou advogados para Adélio, e teria entregue também um documento para a entrada na Câmara dos Deputados. Regina Vilella também é deputada do PSL. Você pode conferir o video aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *